domingo, 28 de março de 2010

Com os olhos postos no amanhã do "Expresso das Nove"

Que melhor maneira de celebrar a maturidade de duas décadas que lançar as bases para um futuro melhor? Os vinte anos do Expresso das Nove deixam no ar os Desafios dos Açores para o Século XXI, uma edição especial com textos de 100 açorianos com os olhos postos no amanhã. De todos os quadrantes e sensibilidades, de diferentes saberes e experiências. Para ler com calma, saboreando os vários olhares e reflectindo sobre os diferentes caminhos propostos. Um exercício que todos devíamos parar para fazer.

Bons pontos de partida:

«Os Açores precisam de mais paixão e menos devoção por si mesmos.
Isto é, amar o que têm não como quem se ajoelha diante duma estátua imutável,
mas como quem quer fazer-lhe um filho. E criar novidade, revolução, futuro.
Outras vidas, outras gentes, outros destinos. Independentes.»
- Alexandre Borges

«Um desafio para os açorianos no século XXI?
Serem capazes de viver sem o paternalismo do Estado
– e, aliás, de ganhar eleições sem ele também.»
- Joel Neto

«Somos pequenos e poucos. Não podemos desperdiçar nada nem ninguém.»
- Sidónio Bettencourt

Triiiiim! Acorda pá, o futuro já começou. Hein???!
- José Medeiros

3 comentários:

César disse...

Desde já,os meus parabéns ao Expresso das nove.
A frase de Sidónio Bettencourt, é curta e simples,mas diz muito ao povo.

César disse...

Desejo uma boa Pascóa a todos os que por aqui passam,e obviamente, também à administradora do blogue.

A ilha dentro de mim disse...

Obrigado. Os meus votos seguem num post acima. :)