segunda-feira, 14 de junho de 2010

O regresso das Levadas faialenses e o novo trilho dos 10 Vulcões

Trilho danificado das Levadas, em Agosto de 2008 (Foto: LBulcão)

Doze anos depois do sismo de 1998 ter danificado o percurso das Levadas faialenses, eis que elas estão de volta, recuperadas e melhoradas (espera-se) pela Secretaria do Ambiente e do Mar, que ali investiu 40 mil euros e criou nove estações interpretativas, para ajudar o caminhante a melhor compreender toda a envolvente.

Capelinhos vistos do trilho do Cabeço Verde (Foto: LBulcão)

Este regresso das Levadas está incluído na inauguração do Trilho dos 10 Vulcões, que a partir de 24 de Junho passará a ser o maior percurso pedestre dos Açores. São 27 km de extensão e nove horas de caminhada no Parque Natural do Faial, que incluem os trilhos da Caldeira, das Levadas, de Capelo-Capelinhos e do Vulcão dos Capelinhos. Um exercício poderoso, perfeito para quem, como eu, acredita que a paisagem pode lavar a alma.

5 comentários:

Café Puro disse...

Fico curioso para ver o resultado na levada...ou parte delas, já que pelo que sei apenas foi recuperado uma parte.
Para que conheceu a levada nos seus tempos de pureza, onde só alguns lavradores e meia dúzia de "loucos" amantes do Faial sabia a sua localização...quando era precisa catana para passar em algumas zonas onde a vegetação era demasiado densa...espero que não a tenham transformado em passeio para "saltos altos"!

geocrusoe disse...

Gostei de se ter criado este trilho, mas já comecei a debater-me para juntarem mais umas coisinhas ao trilho de modo a que de uma forma integrada se possa conhecer o essencial da geologia do Faial. Pelas primeiras impressões, as minhas opiniões foram ouvidas.

A ilha dentro de mim disse...

@Café Puro,
Eu também tenho essa curiosidade, por isso faço questão de percorrer as Levadas já este Verão. Em 2008 conegui fazer o trilho quase todo, mas com um grande desvio pelo mato na zona que o sismo se desfez (a catana tinha dado jeito...). Estou curiosa para perceber como a contornaram...

@Geocrusoe,
Essa parte também faz falta para enquadrar o que vemos e sentimos.

RD disse...

As Levadas foram recuperadas desde a derrocada até ao Caminho do Brejo. Está tal como estava, mas não são permitidas catanas, ok?
O passeio faz-se muito bem e sem dificuldades, mas com calçado próprio... saltos altos nem por isso :)
Fui lá quando estivemos a fazer a contagem de lajetas que tínhamos que colocar nos buracos que faltavam para o caminho ficar seguro, depois da obra não fui, portanto é apenas isto que sei.

A ilha dentro de mim disse...

A ideia é não precisar de catanas... eheh! Mas só metade, não vale. Agora percebo porque são só duas horas nas Levadas!