domingo, 23 de maio de 2010

Uma frota de relíquias no Porto da Horta


Delfim, Golfinho e Espadarte no Porto da Horta
(Foto: Marinha de Guerra Portuguesa)

Enquanto o Governo português tenta empurrar para 2012 o pagamento dos dois novos submarinos e o exaurido Barracuda já deixou de navegar, deixo aqui uma relíquia de tempos quase inimagináveis: o Delfim, o Golfinho e o Espadarte, os três submarinos da velhinha segunda esquadrilha portuguesa, atracados em simultâneo no Porto da Horta (algures nos anos 40). Um momento histórico que não mais se repetiu e, a ver pelo andamento do País, jamais se repetirá.

2 comentários:

A ilha dentro de mim disse...

Por lapso, os nomes dos submarinos estavam trocados. O Náutilo, o Narval e o Neptuno pertenciam à 3ª esquadrilha portuguesa, mas os submarinos que se vêem nesta imagem são os da 2ª esquadrilha, nomeadamente o Delfim, o Golfinho e o Espadarte.

João Barbosa disse...

...