terça-feira, 3 de junho de 2008

A ilha que é só minha


@Mário Leal

Hoje, a ilha dentro de mim é um pedaço de pedra negra, pesada e disforme como o basalto, instável e quebradiça como a argila. Hoje, a ilha dentro de mim é um mar de uma imensidão assustadora, sem pontos de amarração ou faróis de apoio. Hoje, a ilha dentro de mim tem um buraco sem fim, onde a escuridão é tremenda e o horizonte não se alcança. Hoje, a ilha dentro de mim é apenas uma pedra, sem vida própria, nem dor alheia. Hoje, a ilha dentro de mim é apenas uma ilha, rodeada de mar por todos os lados e ancorada em poesia. Hoje, a ilha dentro de mim é minha. Só minha.

2 comentários:

Anónimo disse...

Está brutal a tua ESCRITA. Adorei. nada de novo. Parabéns amiga. Beijos para todos

S.Soares

LB disse...

Obrigado :) E seja bem vindo à minha ilha!