quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Um Natal de palavras sentidas

Neste mundo cada vez mais obcecado pelo som e pela imagem, esquecemos por vezes a importância das palavras. Perdidos na voragem dos dias festivos que nos desassossegam a carteira e o estômago, deixamos que as imagens dominem os nossos sentidos natalícios e damos cada vez menos espaço às letras. Mas para alguém como eu, que sempre fez das palavras um modo de vida, é impossível viver esta quadra plenamente sem vos deixar aqui umas linhas sentidas. Não que elas tenham mais valor do que os muitos postais de Natal que nestes dias sempre vão chegando, ou do que as imagens coloridas que nos aquecem o coração, mas simplesmente porque é nelas que consigo verter o que esta alma insular vai consumindo e o espírito irrequieto digerindo. E se por estes dias só faz sentido partilhar o calor dos abraços e o sorriso dos corações com aqueles a quem queremos bem, também não é menos verdade que nos apetece abraçar todos os pedaços de carinho, amizade, força, incentivo e solidariedade que ao longo do ano vão sendo plantados dentro de nós, ajudando a aperfeiçoar a rudeza do nosso próprio basalto e a germinar as sementes de que precisamos para conquistar um futuro mais risonho. É, por isso, com palavras que aqui vos deixo um imenso abraço e um só desejo:


Que tenham um Santo Natal,

repleto de abraços sentidos e inesquecíveis!

3 comentários:

César João disse...

Desejo-lhe a si,Família e a todos os que visitam este blogue,um Santo e Feliz Natal!

César João

RD disse...

Boas Festas minha querida. Só hoje, também com mais algum vagar, me chego às teclas.
Boas festas e boas entradas! 2012 será, certamente, um bom ano para todos nós (não me apetece falar em crise - restam todos os outros dias do ano para isso!).
Beijinho com carinho!

Joao Barbosa disse...

boas festas. beijinho